Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

MILLÔRIANAS

Verdades sobre a minha poesia
Minha poesia está escrita em versos Em português brasileiro contemporâneo. Meus versos são brancos porque não sei rimar. Não sou poeta Mas sou alegre e triste. Minha poesia não é sobre a verdade Alguns de meus versos me levantaram no meio da madrugada, só pra me mostrar quem é que manda. Não conto as sílabas poéticas porque não sei contar, Mas faço cada uma delas, não sei por que e nem como. Não faço poesia em papel pautado, Nem para matar o tempo que às vezes me sobra. Não faço poesia, ela que me faz e às vezes me refaz, outras, desfaz, mas, geralmente, me compõe. Contrariando Drummond, e embora o adore, faço poesia sobre acontecimentos. Não domino rimas ou canções, mas pela poesia eu me entendo. Toda a minha poesia sai de onde está e me leva aonde nunca estive.

Sibéria de Menezes Carvalho